Conhecidos os Prémios Gazeta 2009

O Júri dos Prémios Gazeta decidiu atribuir o Grande Prémio Gazeta 2009 a Miguel Carvalho, da revista Visão e o troféu Gazeta de Mérito a João Paulo Guerra. POr sua vez, a Direcção do Clube de Jornalistas deliberou atribuir ao quinzenário Repórter do Marão o Prémio da Imprensa Regional.

O prémio atribuído a Miguel Carvalho ficou a dever-se ao seu trabalho “Os segredos do Barro Branco”, centrado em Joaquim Ferreira Torres, controversa figura ligada à oposição violenta ao 25 de Abril e assassinado em Agosto de 1979.
“Com base numa investigação em que aos testemunhos actuais de pessoas que de algum modo estiveram ligadas a Joaquim Ferreira Torres se junta um aprofundado trabalho de recuperação de variada documentação, parte da qual inédita ou pouco explorada, Miguel Carvalho traça o perfil, o percurso, os relacionamentos e os contextos que acabaram por conduzir o protagonista ao trágico desenlace final. Numa linguagem concisa e num estilo fluido, Miguel Carvalho devolve-nos, reconstrói e enriquece a memória de um passado demasiado recente para poder ser esquecido ou ignorado, o que reveste “Os segredos do Barro Branco” de uma inegável actualidade.
O troféu Gazeta de Mérito foi atribuído pelo Júri a João Paulo Guerra pelo seu longo, diversificado e prestigioso percurso profissional de quase meio século de actividade na rádio, na imprensa e na televisão. Actividade essa à qual – na reportagem, na análise, na entrevista, na crónica – sempre imprimiu um cunho muito pessoal, feito de rigor, seriedade, competência e também, sempre que as circunstâncias o propiciam, de um fino humor. Iniciou a sua carreira na Rádio Renascença, em 1962, tendo trabalhado depois, a diversos níveis de responsabilidade e envolvimento, no Rádio Clube Português, TSF, Antena 1 (onde desde há alguns anos mantém a sua Revista de Imprensa), Diário de Lisboa, A Capital, O Jornal, O Diário, Público, Expresso, Diário Económico e SIC.
A Direcção do Clube de Jornalistas deliberou atribuir ao quinzenário Repórter do Marão o Prémio da Imprensa Regional, pela qualidade global do seu projecto jornalístico, que inclui presença no online. Sediado em Marco de Canaveses, o seu âmbito informativo ultrapassa largamente o nível local e alarga-se praticamente a todo o norte do país, desde o litoral ao interior transmontano. Publicado ininterruptamente desde há 26 anos, actualmente em formato de revista a cores, o Repórter do Marão, propriedade da Tâmegapress, apresenta um cuidado aspecto gráfico, possui uma dezena de redactores e colaboradores e mais de três dezenas de colunistas, constituindo um bom exemplo da renovação e revalorização da nossa imprensa local e regional, cuja necessidade se afigura cada vez mais urgente nestes tempos chamados de globalização”.

O Júri decidiu não atribuir o Prémio Gazeta Revelação por não ter encontrado trabalhos com a qualidade requerida para tal distinção.

(Informação do Clube de Jornalistas)