5º canal

Não é quem mais se mostra que é melhor. Mas o silêncio também não significa necessariamente menor valia. Pode ser simplesmente estratégia de contenção.

A verdade é que surgiram duas propostas para o 5º canal. Antes do dia da entrega das candidaturas, só se falava na da ZON. Houve quem a desse como vencedora antecipada. Depois daquela data, só se fala da Telecinco.

Mero critério de noticiabilidade, fruto da presença de jornalistas conhecidos e respeitados no projecto-surpresa? Estratégia da candidatura, que partindo da invisibilidade, sentiu necessidade de se posicionar e mostrar? E porque não o fez/não o faz a outra candidatura?

Aceitam-se interpretações.