Blogues – chão que deu uvas?

Os blogues e a blogosfera foram chão que deu uvas ou estão aí para lavar e durar? O simples colocar da encontro-de-bloguespergunta já indicia qualquer coisa. De facto, têm sido vários, nos últimos tempos,os sinais de um ‘farewell”, desde que Paul Boutin, escreveu na Wired,  no mês passado, “Twitter, Flickr, Facebook Make Blogs Look So 2004“. A partir daí gerou-se uma onda semelhante à que por duas vezes se levantou no ano passado, sempre a anunciar “the death of blogs”. E, no entanto, eles aí estão, de todas as cores e feitios, a ponto de o 4º encontro sobre weblogs, que está a decorrer na Universidade Católica, em Lisboa, até se dedicar a um tipo específico deles – os blogues especializados nas questões culturais. Muitos ficam e continuarão a ficar pelo caminho, mas outros surgem e, das sucessivas colheitas, as marcas e as castas vão-se apurando, como no vinho.
Enquanto já há quem pergunte “Quem matou a blogosfera“, desejando, curiosamente através de um blogue, que ela descanse em paz, também existe quem descubra nela o seu modo de vida e quem se dedique a estudá-la.

Continuo a achar que aquilo que é interessante no formato é a ideia de fundo – cada qual (pessoa, grupo, instituição) aceder à palavra, à expressão, no espaço público. O tempo se encarregará de fazer a triagem entre os projectos que acrescentam algo ao que já existe e aqueles que apenas parasitam o que existe. No meio, haverá sempre espaço para ensaios, desistências, procuras.
Há muitas áreas que não acompanho, na blogosfera, por falta de tempo. Mas não é exagerado dizer que, a par do lixo e da mediocridade, nela encontramos hoje complementos e até alternativas de qualidade à informação que os media profissionais fornecem. E isso permite, julgo, fazer um balanço positivo.

A consultar:
– Wired: Twitter, Flickr, Facebook Make Blogs Look So 2004
– Rough Type:Who killed the blogosphere?
– The Economist: Blogging is no longer what it was
– Terra Magazine: Quem matou a blogosfera?…
– Le Monde: Profession blogueur
– DN: Homens continuam a ser sexo forte na blogosfera.
– Também Paulo Querido no blogue Mas certamente que sim! e Rogério Santos, no Indústrias Culturais, têm reflectido, nos últimos dias, sobre este mesmo tema.

3 thoughts on “Blogues – chão que deu uvas?

  1. Pingback: Novas oportunidades… « Jornalismo e Comunicação

  2. Pingback: Sobre o fim da blogosfera (por Paulo Querido, em Certamente!)

Os comentários estão fechados.