“Todas as fontes são interessadas”


(Mais)

(Mais)

Como leitor, ainda aceitaria que o jornal não tivesse tido tempo para ir mais longe do que aquilo que a Lusa difundiu ou, pelo menos, para ser mais cauteloso na assertividade da informação dada. Mas já tenho dificuldade em aceitar que o jornal me diga uma coisa e (quase) o seu contrário e não me dê explicações do sucedido. Esperemos pela edição de amanhã. Certamente algum repórter irá confrontar quem no SPGL fez este trabalho para os media.

Actual. (3.11) – Explicações na edição de hoje, nada. De registar, apenas, que na edição de ontem a (falsa) notícia ocupava cinco colunas, a toda a largura da página. A notícia de hoje foi remetida para o fundo da página, a uma coluna.

Advertisements