Aprender a fazer contas

Princípio da tarde. Vou no carro a ouvir a Antena 1. Começam as notícias e uma das que merece chamada de destaque sublinha que o número de fumadores desceu 6% desde que entraram em vigor as medidas anti-fumo nos espaços públicos.

Oiço e penso para comigo: já valeu a pena, mas não é número por aí além, para ser dado com este destaque. Mas eis que a palavra é dada ao director-geral de Saúde que continua a enfatizar a importância do dado. E, lá pelo meio, explica que a percentagem de fumadores era, no início do ano, da ordem dos 18% e que se calcula que tenha descido, entretanto, para a casa dos 12%.

Se eu entendi bem, a jornalista que apresentava o caso fez bem a conta: 18 menos 12 dá 6. Só que, como é evidente, não era essa a conta a fazer.

Anúncios