Prémios para estudos jornalísticos no Brasil

Jornalismo digital em base de dados”, tese de doutoramento de Suzana Barbosa, do Grupo de Pesquisa em Jornalismo On Line (GJOL), da Universidade Federal da Baía, no Brasil, sob orientação do Prof. Marcos Palácios, acaba de ganhar o Prémio Adelmo Genro Filho de Pesquisa em Jornalismo, na modalidade de doutoramento. De resto, o próprio orientador, que é também coordenador  do GJOL, foi também contemplado com o mesmo prémio, na categoria Pesquisador Sénior.
O prémio é atribuído pela Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBJor) e contempla ainda as modalidades de mestrado (ganho por Marcelo Ruschel Träsel, da UFRGS, intitulada “A pluralização no webjornalismo participativo”, e com orientação de Alex Primo*) e a modalidade de iniciação científica (aqui Gabriela Jardim Rocha, da PUC de Minas, foi a premiada, pelo seu trabalho “Mediações sociais no jornalismo colaborativo”, orientada por Geane Alzamora, tendo havido uma menção honrosa para Mariana de Almeida Costa, da UFF,  com “Jornalistas e marginalidade social”, orientada por Sylvia Moretzsohn, e outra para Ana Paula Ferrari Lemos Barros, da UnB, com “Saúde, sociedade e imprensa”, orientada por Dione Moura).

(Fonte: Jornalismo e Internet).
(*) Por falar em Alex Primo, vale a pena consultar, no seu blog, o post Sensacional coleção de conversores de textos