Notas mínimas de acesso: subida geral

Acabam de ser conhecidas as notas com que, este ano, entraram no Ensino Superior os últimos classificados. Os dez cursos com classificações de acesso mais elevadas são os seguintes (apenas cursos de Ciências da Comunicação e Jornalismo):

  1. Univ. Nova Lisboa – 16,75
  2. Univ. do Minho – 16,28
  3. Univ. do Porto – 16,00
  4. ISCSP-UTL- 15,55
  5. ESCS-IPL –  15,55
  6. Univ. Coimbra – 15,30
  7. ESE-IPCoimbra – 15,24
  8. Univ. do Algarve – 13,77
  9. Univ Beira Interior – 13,44
  10. Univ. T.AltoDouro – 13,12

Três observações se impõem de imediato: a primeira é uma alteração sensível da posição relativa dos cursos; a segunda é a verificação de que se regista, no geral, mas, em especial nos dez dez cursos melhor mais bem posicionados uma subida da nota mínima; a terceira é que pela primeira vez, ao que julgamos, um curso de fora de Lisboa e do Porto entra para a lista dos três primeiros lugares.

Importa ter em conta que, se se incluísse outros cursos de áreas normalmente incluídas nas Ciências da Comunicação, como Relações Públicas, Publicidade, Comunicação Multimédia, etc, pelo menos os últimos quatro cursos indicados desapareceriam desta lista.

A título comparativo, ficam aqui as posições dos “dez mais” do ano passado:

  1. Univ. Nova Lisboa – 16,50
  2. Univ. Porto – 16,16
  3. ESCS-IPL – 15,35
  4. ESE-IPCoimbra (Multimédia) – 15,34
  5. Univ. Minho – 15,22
  6. ISCSP-UTL – 15,05
  7. ESE-IPL (Com. Social) – 14,91
  8. Univ. Coimbra – 13,73
  9. UTAD – 13,24
  10. U. Algarve – 13,04

Para uma visualização da evolução das posições relativas dos vários cursos de jornalismo e ciências da comunicação, sugiro a visita ao Ponto Media que, como é já tradicional, publica um trabalho sobre este assunto.

Anúncios