Museu da Imprensa: 15 Exposições em 10 cidades

As comemorações do “25 de Abril” e o Cartoon estão a marcar as actividades do Museu Nacional da Imprensa, com a apresentação de 10 exposições de norte a sul do país, para além das 5 patentes na sua sede, prosseguindo a sua política de descentralização cultural.

Em Guimarães podem ser vistas duas mostras (a partir do dia 25) promovidas pela autarquia local: “Livros Proibidos na Ditadura de Salazar” na Biblioteca Municipal Raul Brandão; e “RevoluSam” no Museu de Arte Primitiva Moderna.
As centenas de cartazes que o MNI possui sobre o 25 de Abril, permitem que Albergaria, Palmela e Sesimbra possam mostrar ao público, dezenas de cartazes alusivos à “Revolução dos Cravos”. Promovidas pelas respectivas Câmara Municipais, as exposições apresentam ícones do “25 de Abril” da autoria de Vieira da Silva, João Abel Manta e Vespeira.
Em Santo Tirso, o Museu Municipal Abade Pedrosa tem patente ao público a exposição “Bordallo Pinheiro: um génio sem fronteiras”.
O Museu do Hospital das Caldas da Rainha apresenta a exposição internacional de cartoon “Água com Humor”. Em Paços de Ferreira, na Casa da Eira (no Parque Urbano) podem ser vistos cerca de 40 dos melhores desenhos (em reproduções) desta mostra.
A “Fuga Real por um triz” está no Aeroporto do Porto (Maia) até 6ª feira, dia 18.
Na sua sede, o Museu Nacional da Imprensa tem patentes cinco mostras: “memórias vivas da imprensa” (permanente); “As Manchetes do Regicídio”; a mostra original da “Fuga Real por um triz”; o “IX PortoCartoon” e o Riso do Mundo. Esta última mostra tem uma extensão na estação da CP de Braga.