À porta do Carolina Michaëlis, à procura de nada…

Os jornalistas estão, hoje de manhã , em massa, à porta da Escola Secundária CarolinaMichaëlis, no Porto. No fim-de-semana, os semanários relataram casos (ainda) mais graves do que o caso da Escola do Porto . Na “Quadratura do Círculo”, da SIC Notícias, Jorge Coelho relatou outro caso de agressão de alunos, vivido por uma sua amiga professora. Dessas situações, não há imagens. Logo, não há notícias. No Carolina Michaëlis, qual é notícia hoje?

Anúncios

“Aqui e Agora”… finalmente!

Quase não nos lembramos de “Hora Extra, o programa de debate conduzido pela jornalista Conceição Lino que a SIC criou em Janeiro de 2002 e que atirou para horas tardias. Depois disso, este género televisivo desapareceu da estação generalista privada. Agora, e talvez muito por acção da Entidade Reguladora da Comunicação Social, a SIC anuncia a criação de um outro debate: “Aqui e Agora”, cuja estreia está marcada para 17 de Abril. Segundo o “Jornal de Notícias”, este formato contará com um painel fixo de comentadores: o criminalista e presidente da Câmara de Santarém Moita Flores, o jurista e ex-bastonário das Ordem dos Advogados Rogério Alves e o psiquiatrae José Gameiro. Será que o estúdio vai manter-se fechado a outros convidados? Não me parece bem para um debate que se pretende vivo, mas diversificado. O propósito será, segundo se noticia hoje, ser um suplemento às notícas do dia. Indo para o ar à 5ª feira, este programa irá rivalizar com “Grande Entrevista”, da RTP1 (a TVI continua sem este tipo de programação). Trata-se, é certo, de géneros diferentes, mas o passado recente demonstrou que este tipo de coabitação pode influenciar temas e convidados. Vamos ver…