Maomé na Wikipédia – polémica

No momento em que escrevo esta nota (20h08) são já 172.635 as assinaturas numa petição online que pede a remoção de conhecidas imagens históricas de Maomé do texto sobre o fundador do Islão na Wikipédia.

I request all brothers and sisters to sign this petitions so we can tell Wikipedia to respect the religion and remove the illustrations“, diz-se no texto da petição.

Os responsáveis da Wikipédia respondem, num espaço especialmente criado para esclarecer dúvidas sobre o assunto:

Wikipedia is an encyclopedia that strives to represent all topics from a neutral point of view, and therefore Wikipedia is not censored for the benefit of any particular group. So long as they are relevant to the article and do not violate any of Wikipedia’s existing policies, nor the law of the U.S. state of Florida, where most of Wikipedia’s servers are hosted, no content or images will be removed from Wikipedia because people find them objectionable or offensive“.

[Sugestão recolhida no Agoravox]

Anúncios

Curiosidades

Tornou-se prática comum do Google transfigurar a sua imagem por ocasião de datas especiais. O modo como o faz hoje, a propósito do dia de S. Valentim, é, no mínimo, ternurento. Uma nota para atenuar o peso dos dias…

Público volta a ter página de Media

A informação (que recolhi no Indústrias Culturais) aparece numa notícia da Meios & Publicidade e cita o director do jornal, José Manuel Fernandes, como tendo dito que o espaço vai ter um novo enquadramento e “não será só para jornalistas”.
O jornal vai fazer ainda outras mudanças – como data de início marcada para o dia 5 de Março (18º aniversário) – acabando o caderno digital (cuja área de interesse passará, ao que parece, a ser dividida entre um “Fugas” mais completo e o tal retomado espaço de ‘Media’)

(O reaparecimento do espaço ‘Media’) É um passo atrás…no bom sentido.