Ainda o ‘sucesso’ da Cimeira UE-África

A Cimeira UE-África, realizada no início deste mês em Lisboa foi-nos apresentada por uma boa parte dos media como um sucesso (nomeadamente da presidência portuguesa). Ao reatar-se um diálogo há anos interrompido tê-lo-á sido. Mas fica a pergunta: o gesto de ruptura do presidente do Senegal, Abdoulaye Wade, a propósito dos APE (Acordos de Parceria Estratégica) terá sido um mero episódio menos agradável ou, como pensa e defende I. Ramonet, no editorial de Le Monde Diplomatique de Janeiro, um fracasso para a Europa e uma vitória para África? Perguntando sobre o mesmo assunto, mas de uma outra perspectiva: como estamos a ser informados sobre a actualidade africana?

Anúncios