“Melhores programas” de TV dos últimos 50 anos

Numa votação que vale o que vale, o Diário de Notícias, a revista Time Out e as Produções Fictícias promoveram nas últimas semanas a eleição dos melhores programas de televisão, ao longo dos últimos 50 anos. Os resultados acabam de ser divulgados:

1º – O Tal Canal (RTP, com 9,13% dos votos)
2º – Gato Fedorento (SICR e RTP, com 8,45%)
3º – Herman Enciclopédia (RTP, com 7,49%)
4º – Rua Sésamo (RTP)
5º – Duarte & C.a (RTP)
6º- Contra Informação (RTP)
7º – A Noite da Má Língua (SIC )
8º – Liga dos Últimos (RTPN)
9º – Grande Reportagem (SIC)
10º – Portugal, Um Retrato Social (RTP).

Anúncios

3 thoughts on ““Melhores programas” de TV dos últimos 50 anos

  1. Vale o que vale, é um facto, mas não deixa de reunir uma grande amostra de TV de qualidade em Portugal.

    O Tal Canal significou ruptura com o que se fazia até aí, um pouco à semelhança do que o Gato Fedorento conseguiu nos últimos anos.
    Herman Enciclopédia foi o último grande programa de Herman José (e, para mim, o melhor – inesquecíveis a Expo 97, Melga e Mike, Diácono Remédios, etc, etc).
    A Rua Sésamo faz falta e toda a gente percebe porquê.
    Duarte e Companhia – grandes memórias! – ainda bem que saiu em DVD.
    Contra Informação – marcante e a longevidade prova-o.
    A Noite da Má Língua – gostava muito, tenho saudades e acho que os programas do género que se fizeram desde então não estão ao nível (parece é que já nem consigo imaginar a Júlia Pinheiro lá no meio…).
    Liga dos Últimos, Grande Reportagem e Portugal, um retrato social são três excelentes exemplos, cada uma à sua maneira, do que de bom nós por cá conseguimos fazer.

    Gostava que, ao menos, esta lista fizesse reflectir… e nem me refiro aos programadores dos canais privados (que só estão representados pela Sic, com 2 programas), mas sim ao concessionário do serviço público de televisão (podia ter dito RTP, mas preferi utilizar o “Dicionário de Manuel Machadês”).

  2. Pois vale o que vale … a memória ! A relação afectiva que temos com os programas da nossa infância ou adolescência. Possivelmente por isso não é incluído o grande salto em frente da televisão portuguesa (e refiro-me não só aos conteúdos, mas também à realização) : ZIP-ZIP (RTP-1969). E alguém se lembra de um concurso (inteligente) sobre cinema que passou pela RTP-2 em finais de 70 ou inícios de 80 ? Chamava-se “Écran Mágico”.

Os comentários estão fechados.