Como operar a mudança

Excerto de uma entrevista de António Granado (responsável pela edição online do Público) ao Online Journalism Blog:

Os jornalistas portugueses não estão preparados para os novos média, porque os novos média estão a entrar muito devagar nas redacções e, às vezes, da pior maneira. É preciso treinar os jornalistas para as tarefas que o novo jornalismo exige, é preciso fazê-lo com o apoio dos jornalistas e não contra eles. Em muitos sítios isto não está a ser feito.

Anúncios

Museu da Rádio – últimas imagens

Disponível, desde ontem, no site da RR-Informação, um trabalho de Dina Soares e Conceição Sampaio sobre os últimos dias do Museu da Rádio.
Discos de baquelite, gongos para sinais sonoros, aparelhos lindíssimos e as memórias de muitos profissionais estão a ser arrumados em caixotes para guardar num parque de estacionamento do novo edifício da RTP.

A propósito de Rádio, uma outra sugestão, a reportagem ‘O meu filho chocolate‘, de João Paulo Baltazar e João Félix Pereira (difundida no fim de semana passado na TSF mas disponível online).
O trabalho é daqueles que serve bem para defender as vantagens do’ som-só’ porque nos ‘mostra’ a intimidade profunda de uma conversa cheia de afecto entre mãe e filhos sem precisar da sua imagem.

Breves

Rui Araújo no Clube – “Qualquer que seja a opinião de cada um sobre o seu mandato, é inegável que Rui Araújo recolocou o papel do provedor no centro da discussão das questões dos media”, observa o site do Clube de Jornalistas, ao contextualizar o debate de que o ex-provedor do leitor do Público será o centro, no programa de hoje à noite, na RTP2. Participam, também, Nuno Pacheco, director-adjunto do “Público”, e Orlando César, presidente do Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas. O moderador é João Alferes Gonçalves.

Auto-regulação – A Associação Portuguesa de Imprensa promove segunda-feira, dia 11, em Lisboa, o 5º Dia Nacional da Imprensa, centrado em dois temas: publicidade e auto-regulação. Na altura apresentará um ciclo de conferências para 2008 sobre “auto-regulação e media literacy“.