Doutoramento de João Canavilhas

É já amanhã que se realiza em Salamanca a discussão pública da tese de doutoramento de João Canavilhas, especialista em ciberjornalismo. Trata-se de uma das primeiras dissertações em Portugal, se não da primeira, sobre as especificidades do jornalismo produzida na e para a web.

Aquele docente e investigador da Universidade da Beira Interior apresenta uma tese intitulada “Webnotícia: Propuesta de Modelo Periodístico para la WWW“, a qual contou com a orientação dos Profs. Juan Jose Igartua e António Fidalgo.

O acto tem lugar às 11 horas na Sala de Grados da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade de Salamanca.

Recorde-se que João Canavilhas tem tido um papel de relevo nos debates sobre os processos de produção jornalística na web, propondo a ideia da ‘pirâmide deitada‘, em vez da conhecida ‘pirâmide invertida’.

ACT. (28/11):

O ‘tribunal’, como se diz em Espanha, atribuiu, por unanimidade, a nota máxima à tese de João Canavilhas e à sua performance durante a discussão pública: ‘sobresaliente cum laude‘. Agora só falta editar o texto (que se encontra em espanhol) em livro, para que todos os interessados possam ler e estudar o trabalho.

Anúncios

‘OhmyNews’ cria uma escola

O jornal sul-coreano OhmyNews, um caso de referência internacional no campo do jornalismo participativo, acaba de criar uma Citizen Journalism School, centro comunitário de formação centrado no ensino do jornalismo e em conteúdos produzidos pelos utilizadores.
Os responsáveis do jornal recuperaram uma velha escola rural a 90 km da capital do país, numa zona carregada de sítios de valor histórico, que vão de velhas bases militares a templos budistas. A ideia é melhorar as competências dos milhares de cidadãos que já participam na produção de conteúdos daquele jornal e capacitar outros que o queiram fazer no futuro. No OhmyNews ou noutros espaços de jornalismo participativo.
O plano de formação inclui a formação em jornalismo, workshops de escrita e uso da fotografia e vídeo digital na informação de actualidade.

Impacto ambiental dos jornais

Acaba de sair, em Estocolmo, Screening environmental life cycle assessment of printed, web based and tablet e-paper newspaper, da autoria de Åsa Moberg, Martin Johansson, Göran Finnveden and Alex Jonsson (Reports from the KTH Centre for Sustainable Communications). É um estudo sobre os potenciais impactos ambientais de tr~es tipos de produtos: jornal impresso, jornal baseado na web e e-paper.

Explicando melhor:

“When an e-paper is used instead of a printed newspaper, the paper, the printing and the physical distribution of the printed paper is avoided. The e-paper device has substantially lower energy use during downloading and reading as compared to using a computer for reading newspapers on the web. Thus, it has been suggested that the environmental impact can be lower than for printed and web based newspapers. However, a life cycle perspective covering raw material acquisition, production, use and disposal, should preferably be used to study the environmental performance of the
products. In this way the shift of environmental impact from one part of the life cycle to another can be avoided”.