Gratuitos em Portugal com quota de 53% nos dias úteis

Portugal juntou-se ao estreito grupo de países cuja quota de mercado da distribuição de jornais gratuitos ultrapassou, nos dias úteis, a de jornais pagos. A informação é objecto de destaque na newsletter “Free Daily Newspapers” relativa a Outubro-Novembro, da responsabilidade do especialista holandês neste segmento, Piet Bakker. Para este professor da Universidade de Amesterdão, Portugal atingiu a percentagem de 53% em Setembro último, aquando do lançamento do gratuito Global Notícias, da Controlinveste. Desde então, ocorreu já o surgimento do Sexta, um semanário gratuito da responsabilidade conjunta de A Bola e do Público.
Ainda que estes números devam ser tomados com prudência, parece não haver dúvida de que dão conta de uma tendência que se vem afirmando nos últimos anos.

free dailies Oct2007

Ainda de acordo com a mesma fonte (blogue Newspaper Innovation), a ‘circulação total’ de jornais gratuitos passou, na Europa, de 5,5 milhões em 2000, para 11 milhões em 2004 e 28 milhões em Outubro último. Presentes em praticamente todos os países europeus (a excepção é a Noruega e alguns países do Leste), os gratuitos compreendem 130 títulos diferentes e mais de 300 edições, sendo frequente que em cada país existam vários títulos.
(Crédito da imagem: Newspaper Innovation – Europe)

Anúncios

Caso Madeleine: análise da cobertura jornalística

A Radio 4 da BBC emitiu anteontem uma edição do programa “Inside Stories“, de cerca de três quartos de hora, conduzido por Steve Hewlett, que escalpelizou o modo como os media têm vindo a cobrir o desaparecimento de Madeleine McCann. Nele participam com depoimentos alguns jornalistas portugueses (nomeadamente do Jornal de Notícias e do Correio da Manhã). Os interessados em ouvir as leituras sobre um caso marcante do jornalismo internacional e que carece de ser estudado também entre nós poderão ainda aceder à gravação do programa no site da BBC (alguns programas são retirados ao fim de uma semana). De resto, neste mesmo site da Radio 4 é possível escutar também vários outros programas sobre o sector da imprensa e do jornalismo, nomeadamente a série “Can Newspapers Survive?“.