“Um país distante”

“Quem ontem tivesse visto a SIC/Notícias durante o debate do Orçamento de Estado julgaria que o aparelho de TV havia enlouquecido ou apanhara o comando e fazia “zapping” por sua própria conta. Nas intervenções do primeiro-ministro, dava o Canal Disney e passava o filme de fantasia mais visto dos últimos dois anos, “O mundo perfeito”, acerca de um país distante onde tudo corre bem e a cores, o Governo governa, não há pobreza, desemprego, insegurança, o Benfica ganha campeonatos (…) começava a falar a Oposição e, de repente, a TV saltava para um filme “gore” no Canal Action; então, estava o espectador suspenso (iria a ministra da Educação comer as criancinhas?, o ministro da Saúde conseguiria fechar mais maternidades e urgências e abrir mais morgues?, o ministro das Finanças iria apropriar-se, depois da carteira, também do cotão do bolso dos contribuintes?), pedia a palavra Santana Lopes e via-se, alternadamente, uma comédia no Canal Happy e uma reposição de “O leão da Estrela” na RTP Memória. (…)”.

Manuel António Pina, Jornal de Notícias, 7.11.2007

Anúncios