Hierarquias da informação televisiva

“[O] herói português da semana é Pedro Santana Lopes. (…) Quem aqui viesse e verificasse como o país se indignou tanto por ter havido um momento em que se eclipsaram as elucubrações de Pedro Santana Lopes sobre os “problemas dos partidos e do sistema político” para aparecer um treinador de futebol ficaria, portanto, a pensar que os portugueses se incomodam quando, na hierarquia da informação, não têm precedência os assuntos ponderosos. Mas, se quem cá chegou tivesse chegado há mais de uma semana, poderia sentir-se algo confuso com o facto de os que acham bastante mal que um político seja interrompido por um treinador de futebol não tenham demonstrado qualquer insatisfação quando, antes, durante vários dias seguidos, o espaço mais nobre dos principais jornais televisivos havia sido preenchido, durante longos minutos, por relatos que não conseguiam acrescentar qualquer pormenor ao facto de o mesmo treinador ter cessado o seu contrato de trabalho.(…)”.
Eduardo Jorge Madureira, Diário do Minho, 30.09.2007

Anúncios

2 thoughts on “Hierarquias da informação televisiva

  1. Não têm. É só porque “diz verdades”, num sítio ao qual poucos leitores do blogue têm acesso.

Os comentários estão fechados.