Estranheza

Alguns leitores deste blogue enviaram-me mensagens revelando estranheza pelo facto de a notícia do falecimento do Prof. Claude-Jean Bertrand, que aqui dei anteontem, não ter surgido nos grandes media (Rogério Christofoletti, do Monitorando, por exemplo, estranha não a ter encontrado nem no Le Monde). Entendo, por isso, transcrever aqui a mensagem de mail recebida anteontem, de um endereço do próprio Claude-Jean Bertrand (com quem tive alguns contactos em anos recentes, a propósito de uma investigação que ele estava a desenvolver). A mensagem é assinada por uma familiar e foi difundida em inglês e francês:

Claude-Jean Bertrand
to “Undisclosed-R.

Sep 25 (2 days ago)
We are sorry to inform you that Claude Jean Bertrand, Professor Emeritus at the University of Paris II, passed away on September 21.
He promoted the concept of Media Ethics, Accountably Systems and Deontology in foundations of democracy, the world over.
He is survived by his beloved wife, Michele, four children and five grandchildren.
A civil ceremony will be held on Thursday September 27, at 2.30 pm at the Mont Valerien Crematorium (Nanterre).
Michele Cabaret-Bertrand

Son épouse, Michèle, ses quatre enfants et ses cinq petits-enfants, ont la grande tristesse de vous faire part du décès de Claude Jean Bertrand, Professeur émérite de l’Université de Paris II.
Spécialiste de la déontologie des médias, il fut l’ardent défenseur à travers le monde du concept d’éthique et de la responsabilité sociale des médias.
Une cérémonie civile sera célébrée le jeudi 27 septembre à 14h30 au crématorium du Mont Valérien (Nanterre).
Michèle Cabaret-Bertrand

Anúncios

4 thoughts on “Estranheza

  1. Manuel e Luis, obrigado pela informação.
    A notícia não é boa,e lamento muito o acontecido. Perdemos um bom nome na discussão pela qualidade e pela ética no jornalismo contemporâneo. Sigamos.

  2. Pingback: claude-jean bertrand: um tributo « Monitorando

  3. Manuel, Luis e Rogério,

    Depois de um começo de ano atribulado, parei para pesquisar no Google o que tínhamos de novo do Claude-Jean Bertrand nos últimos meses e levei este grande susto.

    Meu principal trabalho acadêmico (leia o resumo em http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2007/07/387369.shtml) tem o conceitos deste autor como base. Mesmo atrasado, não posso conter meu sentimento de luto.

    Um abraço.

    Andrei Freitas Teixeira

Os comentários estão fechados.