Sobre a “irracionalização do discurso mediático”…

Diz hoje no Público, página 3 do P2, Miguel Gaspar, ainda a propósito do caso Madeleine McCann e os media:

«Neste longo e intenso percurso, mostrou-se de novo como existe nos media a tendência para transformar as notícias em narrativas, associando elementos de verosimilhança a crenças inconscientes ou a preconceitos. Não vale a pena discutir a objectividade ou a subjectividade do jornalismo, quando o jogo assenta em desvalorizar que se sabe muito pouco e a construir um sentido, eventualmente forçá-lo, a partir do pouco que se sabe.»

«Pode o português ficar pelo menos feliz com a certeza de que o chauvinismo jornalístico e a hipermediatização tablóide são matérias em que somos mais aprendizes do que feiticeiros.»

Anúncios

One thought on “Sobre a “irracionalização do discurso mediático”…

Os comentários estão fechados.