Transparência dos media

O International Center for Media and the Public Agenda (ICMPA) acaba de publicar “Openness & Accountability: A Study of Transparency in Global Media Outlets“. Nele analisa 25 dos mais importantes media sediados nos Estados Unidos da América para apurar quais aqueles que corrigem os erros, dão indicações sobre quem são os respectivos donos, divulgam as suas orientações e opções editoriais e promovem o comentário e crítica dos utilizadores. Os mais transparentes: The Guardian, The New York Times, The Christian Science Monitor e National Public Radio.

Anúncios

2 thoughts on “Transparência dos media

  1. Caro Manuel Pinto,

    O estudo em causa não se refere apenas a “media sediados nos Estados Unidos”. Se fosse esse o caso, seria estranho que a liderança deste ranking de transparência dos meios estivesse a cargo do britânico The Guardian.

    Também é preciso notar que o estudo baseia a sua análise apenas nas edições online destes meios.

    Um abraço e continuação de bom trabalho.

Os comentários estão fechados.