Grande Prémio Gazeta para Jacinto Godinho

Os prémios Gazeta, instituídos pelo Clube de Jornalistas em 1984, acabam de ser atribuídos na edição deste ano, relativa a trabalhos de 2006. E são os seguintes:

  • Grande Prémio Gazeta: Jacinto Godinho, da RTP1, pela série “Ei-los que partem – História da Emigração Portuguesa”, em reconhecimento – diz o JN, citando a Lusa – do “rigor com que a informação recolhida foi tratada, a multiplicidade de géneros jornalísticos utilizados – da entrevista, à reportagem e ao comentário – a clareza do texto produzido, a fluidez e pertinência das imagens transmitidas”.
  • Prémio Gazeta de Mérito: Manuel António Pina, ex-jornalista e actual cronista do Jornal de Notícias e da Visão, por ser um “cronista brilhante e exemplar” e “uma referência ética e cívica do jornalismo português”.
    • Prémio Gazeta Revelação: João Pacheco, da revista Pública, pelos trabalhos “Guardadores de sementes”, “O almoço ilegal está na mesa” e “Caça à pedra maneirinha”.
    • Prémio Gazeta Imprensa Regional: revista mensal Mais Alentejo.

    Ler: Comunicado do Júri.

    Anúncios

    One thought on “Grande Prémio Gazeta para Jacinto Godinho

    1. Atribuir o Prémio Gazeta a alguém com as qualidades, a carreira e a ética jornalística que têm Jacinto Godinho e Manuel António Pina demonstra que continua a valer a pena o combate diário por um Jornalismo de letra grande. Há, pelo menos, alguém que o reconhece.

    Os comentários estão fechados.