Jornalismo?

O “Correio da Manhã traz hoje, na página de TV e Media, a peça intitulada: “RTP: Correspondente nos Estados Unidos escolhido /Editor de política vai para Washington“. Passamos à abertura que refere:

“A RTP já escolheu o próximo correspondente na capital dos Estados Unidos, apurou o CM. O editor de política Vítor Gonçalves vai substituir em Washington o jornalista Pedro Bicudo, devendo passar a pasta a Maria Flor Pedroso, que desempenha as mesmas funções na Redacção da Antena 1, segundo admitem ao nosso jornal várias fontes da empresa pública”.

Começamos a leitura do corpo da ‘notícia’ e deparamos com a seguinte prosa (negrito da nossa responsabilidade):

“A esmagadora maioria dos jornalistas da RTP ainda não sabe que Vítor Gonçalves vai trabalhar para os Estados Unidos. Mas em alguns círculos da empresa existia, há alguns dias, a convicção de que o editor de política da estação seria o eleito e, por isso, projectava-se a sua sucessão. Muitas das fontes contactadas pelo nosso jornal lembram-se do mesmo nome – Maria Flor Pedroso. A jornalista desempenha as mesmas funções de Gonçalves, mas na rádio Antena 1. Com a fusão das redacções das rádios e da televisão do Estado, dizem as nossas fontes, ‘é óbvio que a administração recorrerá a Flor Pedroso para assumir a chefia da secção de política’. No entanto, outras fontes contactadas pelo nosso jornal asseguram que “a sucessão de Vítor Gonçalves ainda não foi equacionada”, mas referem que a possibilidade de ser a apresentadora do programa ‘As Escolhas de Marcelo”, na RTP 1, a eleita para tutelar a editoria faz todo o sentido (…)“.

Jornalismo. Jornalismo?

4 thoughts on “Jornalismo?

  1. No título, sensacionalista, usa-se o termo “escolhido”; no corpo do texto, já só se fala em “possibilidades”.
    Gosto muito deste tipo de escrutínio.
    O texto não surpreende no Correio da Manhã, mas o DN também já traz coisas parecidas. Não há coincidências.

  2. RC, não há coincidências porque a escola, ou o guru se quiser, é o mesmo. Traços deste quilate já ficaram em jornais onde anteriormente esses seres pululavam. A onda estende-se, enfim…

Os comentários estão fechados.