Morreu James Halloran

Faleceu James D. Halloran, a grande figura do Centre for Mass Communication Research da Universidade de Leicester, no Reino Unido e um nome-chave da investigação sobre os media na Europa e no plano internacional. A IAMCR – International Association of Media and Communication Research anunciou já que vai homenagear este que foi – durante 18 anos – um dos seus mais marcantes presidentes na conferência que decorrerá em Julho próximo, na sede da UNESCO, em Paris. UNESCO que foi a organização no quadro da qual Halloran realizou vãrios dos seus trabalhos mais marcantes.

E se me é permitida uma nota pessoal, foi com um livro de Halloran ( e Marsha Jones) que eu descobri, em 1987, a Educação para os Media. Encontrando-me então em Paris, de passagem pela UNESCO, alguém me sugeriu esse trabalho que a organização acabava de publicar e que traçava um panorama internacional do que se vinha fazendo no sentido de promover a formação de utilizadores críticos dos meios de comunicação. Desde o início me interessou a perspectiva de James Halloran: a defesa de uma abordagem multidisciplinar dos media e sempre ancorada nas relações sociais.