Os media no “Público”

A impressão que se tem – afirmá-lo com certeza exigiria uma análise mais cuidada – é que o Público desinvestiu claramente no noticiário sobre os media, com a mais recente remodelação. Tal opção não foi assumida e, timidamente embora, foi até negada. Admitamos que é cedo para um balanço.

O que não  é simpático para os leitores é encontrar, dias a fio, no site do jornal, um botão que diz “media”, a gente clicar e aparecer outra coisa completamente diferente. Hoje chega-se ao ponto de ao abrir o referido botão surgir uma página de… publicidade.

Impressão?

É impressão minha ou os jornais de hoje continuam a dar largo espaço às peripécias relacionadas com a licenciatura do primeiro-ministro e passam para segundo, terceiro ou quarto plano a decisão da CGTP de convocar uma greve geral (independentemente da posição ou leitura que possamos ter sobre estes assuntos)?