Interrogações sobre o futuro dos jornais

Na coluna que encerra a colaboração que tem mantido com o Diário de Notícias, Diogo Pires Aurélio deixa hoje algumas interrogações sobre os tempos que se vivem na imprensa:

«De uma forma ou de outra, a informação acabará por encontrar as tecnologias e os circuitos comerciais que lhe permitam circular. A pergunta que sobra é como se organizará no futuro aquilo a que se chama de espaço público e que possui no modelo actual da Comunicação um dos seus pilares. Como se processará, no registo tendencialmente caótico da informação do futuro, a selecção e hierarquização dos acontecimentos que os jornais, mal ou bem, têm vindo a fazer? E sobreviverá a democracia representativa à tentação de uma proximidade tal entre poder e eleitores, que a expõe a todos os riscos do populismo?»

Diogo Pires Aurélio, DN