Auto- e hetero-regulação no jornalismo português

O parecer do Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas acerca do já célebre artigo “Como se faz censura em Portugal”, do crítico de televisão do Público, Eduardo Cintra Torres, foi omitido hoje em alguns jornais, apesar do destaque que a polémica em torno dele suscitou nos últimos meses de 2006.

No entanto, o que mais chama a atenção, neste episódio, é que o referido Conselho tenha necessitado de mais de cinco meses para aprovar uma posição sobre a matéria.

Ritmos destes não são prestigiantes para ninguém e não o são, desde logo, para a própria figura e prática da auto-regulação que assim se desacredita e dá força à via da hetero-regulação.

Anúncios