“Isto anda tudo ligado”

A vida pública está animada. Até a preparação do referendo sobre o aborto, que em princípio bastaria para atrair as atenções, parece relegada para um plano de menor importância. A Câmara de Lisboa, outras câmaras, a menina ‘adoptada’, o futebol, a corrupção e as obras ocupam as primeiras páginas dos jornais e as aberturas dos noticiários. Todos os condimentos estão disponíveis: afectos, dinheiro, clubes e partidos. Parecem ‘um amontoado de imagens quebradas’, sem nexo nem denominador comum. À primeira vista, a vida de todos os dias. Mas não. ‘Isto anda tudo ligado’. (…)

António Barreto, in Público, 28.1.2007

One thought on ““Isto anda tudo ligado”

Os comentários estão fechados.