Notas de fim-de-semana

  • Dicas e pistas para compreender o fosso digital é o tema da mais recente peça de Mark Glaser, no Media Shift. Intitula-se “Your Guide to the Digital Divide” e, como de costume, vem acompanhado de uma listagem de recursos disponíveis online.
  • Ségolène Royale abriu uma sede de candidatura no “Second Life” para apoiar a sua campanha à eleição presidencial francesa. É a 748ª sede e, segundo a notícia do Libération, ainda não é possível encontrar por lá o avatar da candidata. “Mas ela virá!”, reporta o diário. Le Pen, esse, já por lá anda.
  • Big Media’s Crush on Social Networking” (de Richard Siklos, no The New York Times): “(…) What is striking about many of these mainstream media ventures into social networking is that they mirror the big debate over whether Internet surfers will continue to migrate to big portal sites like AOL and Yahoo or will use widely available tools to fashion their own customized Web lives (…)”.
  • O “Planeta Google” é o tema da revista EP[S] El Pais Semanal. “Google, explica [Eric Schmidt, el presidente de la compañía], contrata a unas cien personas a la semana; la única manera de alimentar la maquinaria de una compañía que, según Deloitte, es la que más rápido ha crecido en la historia: sus ingresos han aumentado un 437% en cinco años: desde los apenas 200.000 dólares que facturaba en 1999 hasta los más de 961 millones de 2003”.
Anúncios